• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Sintomas de dengue: inteligência artificial da Saúde atendeu 38,6 mil – ACidade ON – Araraquara, Campinas, Ribeirão Preto e São Carlos

Sintomas de dengue: inteligência artificial da Saúde atendeu 38,6 mil – ACidade ON – Araraquara, Campinas, Ribeirão Preto e São Carlos

O sistema da secretaria de Saúde de Campinas que usa a inteligência artificial conseguiu atender 38,6 mil pessoas sintomáticas de dengue
O sistema da secretaria de Saúde de Campinas que usa IA (inteligência artificial) conseguiu atender 38,6 mil pessoas sintomáticas de dengue que buscaram o SUS Municipal, em três meses. O recurso é um instrumento adicional da pasta para qualificar o atendimento, utilizado desde 12 de março. O balanço da Prefeitura considera registros até 11 de junho.
Após atendimento presencial, toda pessoa diagnosticada com dengue ou com suspeita da doença recebeu via WhatsApp uma mensagem disparada pelo chatbot que auxilia a pasta a monitorar as condições do paciente. Caso necessário, o sistema faz nova orientação sobre busca por atendimento e coloca o CS (Centro de Saúde) de referência dela em atenção.

Segundo a Prefeitura, ao longo dos três meses, o sistema disparou 112.563 comunicados aos telefones dos pacientes por meio da assistente virtual Ana, e 38.676 usuários responderam. Neste grupo de interações, 13.784 (35,6% do total) foram orientados a retornar ao serviço de saúde.

Entre os pacientes que receberam comunicados com mensagem para procurar nova assistência, 11.470 relataram presença de sinais de alerta e 1.218 sinalizaram falta de hidratação adequada. Já as duas situações foram mencionadas por 1.096 pacientes.

Só recebe esta mensagem da inteligência artificial quem está com a doença ou tem suspeita, e passou por uma consulta em um dos 68 CSs ou pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e prontos-socorros da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar.

Por meio do chatbot, a Saúde verifica se o paciente apresenta sinais que mostram necessidade de retorno ao serviço de saúde, no período do segundo ao oitavo dia de sintomas. Depois disso, duas perguntas são feitas pela IA:

Caso o paciente esteja em um destes quadros, ele é orientado a procurar imediatamente por um serviço de saúde. Ao mesmo tempo, com objetivo de ampliar a atenção sobre o caso, os CSs de referência são comunicados para intensificar o monitoramento.
O número usado pelo chatbot é (19) 99604-3012. A secretaria de Saúde destaca que a identificação se dá pela assistente virtual “Ana – Acesso Fácil – Saúde Campinas”.

“Tenho certeza de que, com a popularização do recurso, os números serão ainda mais expressivos, mas é inegável a importância do chatbot ao vermos que quase 40 mil pessoas interagiram e foram assistidas corretamente”, destacou o secretário de Saúde, Lair Zambon.

A pessoa que tiver febre deve procurar um centro de saúde imediatamente para diagnóstico clínico. Portanto, a Saúde faz um apelo para que a população não banalize os sintomas e também não realize automedicação, o que pode comprometer a avaliação médica, tratamento e recuperação. A cidade já registrou 37 mortos pela doença (clique aqui).

Já quem estiver com suspeita de dengue ou doença confirmada e apresentar sinais de tontura, dor abdominal muito forte, vômitos repetidos, suor frio ou sangramentos deve buscar o quanto antes por auxílio em pronto-socorro ou em UPA.

“A gravidade por dengue se dá, principalmente, na fase que a gente considera crítica, quando a pessoa deixa de ter febre. É diferente de outras viroses. Nesse momento, as pessoas devem estar muito atentas se melhoram ou se começam a ter algumas alterações, como muitos vômitos, algum sinal de sangramento, por exemplo, na gengiva, ou se a mulher menstruada começa a ter um maior volume, tem aquela sensação de desmaio e começa a se sentir mais indisposta. Essas pessoas têm que voltar imediatamente para a assistência médica para fazer hidratação, muitas vezes, na veia. Uma outra questão que faz a pessoa ter um desfecho favorável é conseguir beber a quantidade de líquido prescrita, que são 60 mL por quilo de peso. Isso é qualquer líquido e um terço disso em sais de hidratação”, alertou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Andrea von Zuben.
Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook
Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link aqui!
Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294.
LEIA TAMBÉM NO ACIDADE ON PIRACICABA
Festa de Santo Antônio terá missas, bolos, pães e quermesse; confira programação

Vai esfriar no feriado? Veja como fica o tempo no Dia de Santo Antônio em Piracicaba
acidade en © copyright 2023. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita da Empresa Paulista de Notícias Ltda

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Sintomas de dengue: inteligência artificial da Saúde atendeu 38,6 mil – ACidade ON – Araraquara, Campinas, Ribeirão Preto e São Carlos