• Home
  • Notícias
  • Pages
  • "Será o exterminador do futuro": inteligência artificial ameaça dubladores, que pedem regulamentação – GZH

"Será o exterminador do futuro": inteligência artificial ameaça dubladores, que pedem regulamentação – GZH

Sábado, 22 de jun de 2024
Porto Alegre
13º
Movimento Dublagem Viva já reúne milhares de apoiadores, que solicitam junto ao poder público limitações na tecnologia e preservação dos direitos autorais
Carlos Redel
Em um vídeo popular nas redes sociais, a estrela norte-americana Elizabeth Olsen, durante uma entrevista, surpreendentemente aparece falando em português. Mas, não, a atriz não domina a língua. E não estava sendo dublada. O resultado, que é impressionante, foi obtido graças à inteligência artificial (IA). Entretanto, o que é um entretenimento e motivo de empolgação na internet está gerando dor de cabeça para os profissionais da voz no Brasil.

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

"Será o exterminador do futuro": inteligência artificial ameaça dubladores, que pedem regulamentação – GZH