• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Publicações no Instagram e Facebook são usadas para treinar IA; saiba como evitar – Folha de Pernambuco

Publicações no Instagram e Facebook são usadas para treinar IA; saiba como evitar – Folha de Pernambuco

Para aperfeiçoar seus modelos de inteligência artificial, a Meta passou a usar dados públicos compartilhados por brasileiros no Instagram e no Facebook. Isso significa que vídeos, fotos e até legendas estão se tornando insumo para empresa alimentar e treinar suas IAs generativas.
A mudança de política de privacidade vem em um momento em que a gigante das redes sociais expande o recurso “IA da Meta”, que acrescenta um robô de IA generativa no WhatsApp, Instagram e Facebook.
A ferramenta vai começar a chegar no Brasil, gradualmente, em julho.
“Como são necessárias uma quantidade grande de dados para treinar modelos eficazes, uma combinação de fontes é usada para treinamento”, afirma a empresa. A Meta utiliza dados disponíveis online e também “informações compartilhadas em seus produtos e serviços”, como postagens, fotos e legendas.
De acordo com a empresa, o conteúdo de mensagens privadas não é utilizado.
Quando a “IA da Meta” for lançada no Brasil, as mensagens enviadas para o robô também vão ser usadas para o treinamento da inteligência artificial, que é alimentada pelo Llama 3, modelo mais recente da companhia.
Na União Europeia, diferente do que aconteceu no Brasil, os usuários foram notificados da alteração na política de privacidade, o que gerou reação por parte das autoridades de dados do bloco.
Na última sexta, após um pedido da Comissão de Proteção de Dados (DPC, na sigla em inglês) da Irlanda, a empresa informou que iria adiar o início dos treinamentos de IA com informações dos usuários europeus.
A alteração tem gerado reações nos Estados Unidos, como de artistas que estão deixando o Instagram para impedir que IA seja treinada com seus trabalhos autorais.
A ausência de legislações de dados rígidas no país, no entanto, faz com que não haja opção de se opor ao treinamento. A única saída, por lá, é tornar a conta privada.
Como bloquear o uso de dados para treinar a IA
No Brasil, em razão da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a companhia fornece a possibilidade do “direito a objeção”, ou seja, do perfil optar por não ter suas informações públicas usadas para o treinamento das IAs. O processo pode ser feito diretamente nas redes sociais.
Para se opor, é preciso preencher um formúlário disponível na página de política de privacidade da empresa ( clique aqui para acessar). O usuário, então, precisa selecionar o país de residência e incluir o endereço de e-mail.

Depois, ainda é necessário explicar o motivo do pedido e fornecer ” qualquer informação adicional que você acha que nos ajudaria a analisar sua objeção”.
Segundo a empresa, o pedido ainda irá passar por uma avaliação da empresa. “Analisaremos as solicitações de objeção de acordo com as leis de proteção de dados relevantes.
Se a sua solicitação for atendida, ela será aplicada a partir do momento que for aceita”, afirma a Meta.
O processo também pode ser feito diretamente pela conta no Instagram.
Veja o passo a passo abaixo:
Entre no perfil e acesse os três traços que ficam no canto superior direito
Role até o final da página e clique no ícone “Sobre”
Escolha a opção “Política de Privacidade”
Acesse o ícone de três traços ao lado da lupa, no canto superior direito
Selecione a opção “Outras políticas e artigos”
Desça até o título “Como a Meta usa informações para recursos e modelos de IA generativa”
No texto de “Política de Privacidade”, vá até o intertítulo “Privacidade e IA generativa” e clique na opção de “direito de oposição”
Preencha o formulário e justifique a decisão

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Publicações no Instagram e Facebook são usadas para treinar IA; saiba como evitar – Folha de Pernambuco