• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Programa da Rádio USP discute implicações reais da inteligência artificial – USP

Programa da Rádio USP discute implicações reais da inteligência artificial – USP

“Além do Algoritmo” expõe dilemas, desafios e possibilidades do desenvolvimento da IA na sociedade de forma acessível e educativa
Além do Algoritmo: Conversas sobre Inteligência Artificial com Glauco Arbix terá apresentação do jornalista Marcello Rollemberg – Imagem: Montagem de Jornal da USP com ícones de Reprodução/Flaticon
Por meio de conversas francas, Além do Algoritmo: Conversas sobre Inteligência Artificial com Glauco Arbix aborda os vários aspectos que formam a inteligência artificial (IA). No programa, com mediação e apresentação do editor de Cultura do Jornal da USP, Marcello Rollemberg, o professor do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP) Glauco Arbix – coordenador da área de Humanidades do Centro de Inteligência Artificial (C4AI) e pesquisador do Observatório de Inovação no Instituto de Estudos Avançados (IEA-USP) – traz à tona os dilemas contemporâneos relacionados à crescente presença da IA na sociedade. O episódio introdutório estreia na Rádio USP (93,7 MHz) às 12h desta sexta-feira, dia 7,  e será reprisado no domingo (9), às 11h30.
O programa mensal revelará os impactos da IA em diferentes setores, como na saúde, agricultura, indústria e prestação de serviços. O objetivo é aproveitar o debate sobre os modelos generativos e trabalhar todas as dimensões do seu potencial com uma linguagem de fácil compreensão, porém informativa. “Vamos discutir como a IA pode facilitar a produtividade, a eficácia e a precisão, tanto em pesquisas quanto em atividades do mundo real, da economia e da sociedade”, afirma Arbix. “Mas sempre alertando quanto aos temas ligados à ética, à privacidade, ao emprego e à regulamentação.”
 
A abordagem multidisciplinar integra as diferentes áreas do conhecimento impactadas pelo desenvolvimento de IA. “Hoje, é praticamente impossível inovar na tecnologia sem inteligência artificial, em qualquer área, da física, química e biologia à sociologia ou antropologia. Todas essas disciplinas tentam absorver os impactos da inteligência artificial e sobreviver a eles”, explica. Eventuais convidados  — pesquisadores da USP e de outras instituições do Brasil e do exterior — somarão ao debate com suas próprias perspectivas.
Uma das referências para o programa foi o dossiê Inteligência Artificial na Pesquisa Científica, publicado no número 141 da Revista USPdisponível on-line. A edição foi organizada por Arbix e reúne 11 artigos sobre diferentes temáticas relacionadas à IA, com pesquisadores de renome em diversas áreas, como direito, agricultura, clima e saúde.
Os avanços da IA chamaram a atenção do mundo em novembro de 2022, com o lançamento do modelo de linguagem Chat GPT ao público. Mas Arbix aponta que convivemos com os algoritmos há muito tempo; algumas das mudanças são tão rápidas que passam despercebidas. Sugestões de produtos para comprar na internet, o controle de gestão de fábricas, sistemas financeiros e bancos, e mídias digitais como Facebook, Instagram e YouTube dependem da IA para seu funcionamento. “Temos que estar atentos às alterações para não nos descuidarmos e nos encontrarmos em uma situação de inércia”, adverte o sociólogo. “O debate com pesquisadores, usuários e produtores de inteligência artificial é mais do que fundamental para aproveitarmos o que há de bom e evitar os malefícios que possa gerar.”
A manipulação de modelos generativos – antes reservada a programadores ou versados em tecnologia – torna-se cada vez mais acessível ao público geral. “A disseminação é algo positivo, mas, por outro lado, torna acessível uma tecnologia que pode levar a malfeitos, como discurso de ódio e pedofilia e até a construção de armamentos ou bombas. Temos que tomar cuidado. Nem tudo que pode ser feito deve ser feito”, afirma Arbix.
Arbix considera a IA a tecnologia mais poderosa que a humanidade já criou. Ela tem o potencial de movimentar a economia, descobrir novos medicamentos, prever o clima e muitas outras proezas. Mas sua rápida evolução dificulta o trabalho de regulamentar e traçar limites. “Debatendo essas tendências, o programa vai alertar sobre os problemas e chamar a geração jovem a aderir à pesquisa de maneira responsável, cautelosa e transparente”, relata. “Os jovens pesquisadores estudam um momento singular da história da humanidade. É fundamental que a Universidade estabeleça um diálogo muito franco.”
* Estagiária sob supervisão de Marcello Rollemberg e Roberto C. G. Castro

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.

Por Roberto DeLucia, professor do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, e Cleopatra S. Planeta, professora da Unesp/Araraquara
Por Leonardo da Silva de Assis, pesquisador do Laboratório de Cultura, Informação e Sociedade da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP
Por Sérgio Carvalho, pianista do Coral da USP

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Programa da Rádio USP discute implicações reais da inteligência artificial – USP