• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Inteligência artificial será usada para tirar dúvidas sobre Plano Diretor de Florianópolis – FloripAmanhã

Inteligência artificial será usada para tirar dúvidas sobre Plano Diretor de Florianópolis – FloripAmanhã

A imagem mostra a interface de um chatbot sobre o Plano Diretor de Florianópolis. No centro, há uma janela de chat com perguntas frequentes e um campo para digitar dúvidas. O fundo é um mapa da cidade, e no lado esquerdo há um menu vertical com opções de navegação.
A Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura de Santa Catarina (AsBEA-SC) lançará na próxima semana o “Chat Plano Diretor Florianópolis”, um chatbot de inteligência artificial com informações técnicas e instrutivas sobre o Plano Diretor de Florianópolis. A ferramenta será apresentada em primeira mão durante a 50ª Convenção Nacional AsBEA, que acontece de 19 a 22 de junho em Florianópolis.
A iniciativa foi um desejo do presidente da AsBEA-SC, arquiteto Ronaldo Martins, sempre atento às inovações na área da construção civil e arquitetura. Ele fez contato iniciais com a empresa responsável, a OSPA Place, que veio a ser contratada para o desenvolvimento da ferramenta. “A vontade de implementar uma inteligência artificial surgiu da necessidade de dar suporte à principal demanda dos arquitetos de Florianópolis, que enfrentam dificuldades de acesso a respostas rápidas da prefeitura e alta demanda de dúvidas e insegurança jurídica em nossos escritórios”, afirma Ronaldo Martins.
O Chat, encomendado através do Grupo de Trabalho em Legislação da AsBEA-SC, coordenado pelo arquiteto Allan Chierighini, auxiliará os usuários na geração de análises da lei e elaboração de projetos. “A complexidade do Plano Diretor de Florianópolis é notável, com 50% da ilha constituída por Áreas de Preservação Permanente (APP) e os outros 50% divididos entre áreas públicas urbanas e demais zoneamentos, alguns dos quais são passíveis de construção. O chat servirá como uma iniciativa para incorporar tecnologia nas análises, facilitando o dia a dia dos associados”, argumenta Allan. A ferramenta estará disponível inicialmente aos escritórios de arquitetura associados à AsBEA-SC, responsáveis pelo desenvolvimento de projetos de grande porte na cidade. Após ser testado pelos associados, a expectativa é que o Chat Plano Diretor Florianópolis esteja disponível para a comunidade em geral, com o potencial de despertar o interesse de outras regiões do estado.
Informação e tecnologia
Desenvolvida com uma das inteligências artificiais mais avançadas do momento, o GPT-4 da OpenAI, a plataforma foi alimentada com a Lei do Plano Diretor 739/2023 e seus 11 anexos, 19 documentos adicionais, 3 instruções normativas, 10 cartilhas e 2 leis complementares. O Chat oferecerá a análise lógica e racional dos entendimentos presentes na Lei e nas diversas documentações que a regulamentam.
“Treinamos o sistema para entender e responder questões detalhadas sobre termos e conceitos arquitetônicos”, explica a arquiteta Flávia Tissot, diretora de operações da OSPA Place. Segundo ela, a equipe de programadores responsável pelo desenvolvimento da plataforma foi composta por profissionais da arquitetura e urbanismo, que compreendem as necessidades de profissionais da área. Arquitetos vinculados à AsBEA-SC dedicaram-se na elaboração, revisão e testes do conteúdo. “Essa experiência foi fundamental para o desenvolvimento do sistema, para que ele realmente atendesse às demandas e dores dos profissionais da arquitetura”, complementa.
Durante a Convenção Nacional AsBEA, Flávia apresentará todas as funcionalidades da plataforma no painel ‘Inteligência Artificial’, na sexta-feira, 21. Haverá um computador no local com a ferramenta aberta para testagem dos participantes da Convenção. Para ela, o uso de inteligência artificial na arquitetura e no urbanismo é relevante para otimizar o tempo dos profissionais. “Esse projeto vai ajudar a reduzir o tempo gasto em atividades operacionais e permitir que os arquitetos se concentrem no que fazem de melhor: criar projetos arquitetônicos inovadores e de qualidade”, reforça.
Haverá também a oportunidade de utilizar análise legal de projetos por IA para corrigir inconsistências antes de submetê-los à prefeitura. Contudo, esta tecnologia complementar ao chat dependerá de próximos passos, além da aceitação e demanda dos escritórios associados, não associados e profissionais liberais. As tecnologias complementares poderão ainda trabalhar na realização de estudos volumétricos automatizados, trazendo viabilidades construtivas em estudos tridimensionais.
(DeOlhoNaIlha, 17/06/2024)
Crédito: Direção dos Serviços de Turismo de Macau
O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *







Fones: (48) 99987 0097 e (48) 99987 0244.
Política de Privacidade | Termos de Uso

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Inteligência artificial será usada para tirar dúvidas sobre Plano Diretor de Florianópolis – FloripAmanhã