• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Inteligência Artificial: escritor francês Michel Houellebecq é considerado muito ofensivo pela Meta – Folha de Pernambuco

Inteligência Artificial: escritor francês Michel Houellebecq é considerado muito ofensivo pela Meta – Folha de Pernambuco

Para a Inteligência Artificial, o escritor de maior sucesso internacional da França, Michel Houellebecq, é polêmico demais para suas novas ferramentas, que consideram suas opiniões tão ofensivas que não podem ser repetidas. O presidente da conceituada editora francesa Gallimard escreveu um artigo publicado nesta quinta-feira (13), na La Nouvelle Revue Française, no qual afirma ter pedido à ferramenta de IA da Meta, Llama, para escrever uma cena no estilo de Houellebecq.
Llama respondeu em francês que não poderia escrever algo que pudesse ser considerado “ofensivo ou discriminatório”. Em vez disso, ele se ofereceu, em inglês, para escrever uma cena que fosse “respeitosa e inclusiva”, como um “grupo de amigos no parque em uma tarde ensolarada” cantando músicas “para celebrar a beleza da diversidade”.
Houellebecq, a maior estrela literária internacional da França, é conhecido por seus romances repletos de uma visão profundamente pessimista do mundo moderno, atormentado pelo declínio provocado pela revolução sexual, pelo consumismo e pela globalização.
Na opinião de Antoine Gallimard, a IA não levou em conta em sua resposta “a complexidade da experiência humana” e aplicou valores “da costa oeste dos Estados Unidos para dizer o que é bom e o que não é bom pensar”.
Perguntada por um repórter da AFP na quinta-feira, a IA do Meta parecia inicialmente pronta para escrever uma cena no estilo Houellebec: “Eu me senti como um rato em um labirinto, preso nesse mundo sem alma…” e assim por diante.
Mas quando solicitada a explicar a posição do escritor sobre as mulheres que usam o hijab, a Llama inicialmente deu uma resposta e depois a excluiu rapidamente, dizendo: “Não posso gerar conteúdo que perpetue estereótipos ou discriminação prejudiciais”. Houellebecq apresentou a adoção do hijab na França como um sinal da erosão dos valores e das liberdades ocidentais.
Outro modelo de linguagem de IA importante, o ChatGPT, foi menos conflituoso sobre a questão quando perguntado pela AFP. Ele deu uma resposta com nuances que incluía: “As obras de Houellebecq são fictícias e suas opiniões são frequentemente expressas por meio de narrativas complexas, satíricas e, às vezes, exageradas.”

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Inteligência Artificial: escritor francês Michel Houellebecq é considerado muito ofensivo pela Meta – Folha de Pernambuco