• Home
  • Notícias
  • Pages
  • InfinitePay derruba taxas para PMEs com uso de Inteligência Artificial e Open Finance – Pipeline

InfinitePay derruba taxas para PMEs com uso de Inteligência Artificial e Open Finance – Pipeline

Por CloudWalk

A InfinitePay, plataforma de serviços financeiros para micro e pequenos negócios da CloudWalk, acaba de anunciar uma novidade que dá início a um novo capítulo na indústria de serviços financeiros para PMEs. A fintech irá reduzir as taxas cobradas de seus clientes nas transações por cartões de crédito e débito em até 50% a partir de um modelo de precificação baseado em inteligência artificial e open finance. A mudança vale tanto para os pagamentos feitos na maquininha quanto no aplicativo da InfinitePay, que permite que qualquer smartphone com a tecnologia NFC receba pagamentos por aproximação.
“Estamos substituindo um processo antigo, ineficiente, que remete ao tempo dos vendedores de enciclopédias que faziam o saudoso “porta a porta”, por um novo paradigma, que usa tecnologia para inovar ao longo de toda a jornada de negociação, sem pegadinhas. Em resumo, estamos trocando algo que hoje é obrigação do lojista por um benefício para ele e seu negócio”, afirma Fabrício Costa, diretor de Serviços Financeiros da empresa.
A ideia da fintech é usar a infraestrutura tecnológica e sua capacidade de análise e interpretação de dados para a cobrança de taxas inteligentes, que agora contarão com reduções graduais a partir de fatores como faixa de faturamento, sazonalidade das vendas, diferenciação por segmentos e região geográfica do empreendedor. O processo acontecerá de forma automatizada e levará em conta também o histórico do cliente com outras instituições por meio do open finance. O desconto será aplicado imediatamente após essa análise.
A InfinitePay estima que, em um ano, o volume total da redução das taxas para a base de clientes fique em torno de R$ 300 milhões. A expectativa da empresa é transformar a lógica de precificação de taxas no mercado de adquirência, com a meta de descomplicar o caminho dos clientes a fim de alcançar taxas adequadas ao ciclo de vida de suas operações.
O projeto começou a ser executado em caráter-piloto nos últimos meses e vem superando as expectativas da empresa. Costa afirma que sempre está muito atento às sugestões e ao comportamento dos clientes. “Tenho como hábito passar uma hora do meu dia lendo e ouvindo feedbacks”, diz. O gatilho para criar a nova solução da InfinitePay surgiu a partir da leitura de um relato ao qual teve acesso. “Ficou claro que a pessoa adorava os serviços da InfinitePay, mas, à medida que o negócio crescia, ela acabava buscando taxas mais competitivas”, afirma.
Segundo Costa, o objetivo é acompanhar o crescimento dos negócios dos clientes, que muitas vezes criam uma conta na InfinitePay quando estão começando, mas, com o passar do tempo, crescem e querem taxas melhores. “Mais do que buscar um novo segmento de clientes para a InfinitePay, o que queremos é crescer junto com os nossos atuais, acompanhando-os por mais tempo ao longo de suas jornadas”, afirma.
As informações em relação às taxas aplicadas e os critérios de elegibilidade já estão disponíveis tanto no site quanto no aplicativo da InfinitePay.

Uma transformação de 5 anos

Lançada em 2019, a InfinitePay revolucionou o mercado de adquirência no Brasil ao lançar uma maquininha com taxas que chegavam a ser menos da metade da praticada pelo mercado, sobretudo na antecipação de vendas a prazo. Também consolidou o recebimento no dia seguinte da venda como padrão, sendo considerada uma “nova bomba” no auge da chamada “guerra das maquininhas”. O que viabilizou essa mudança nas regras do jogo foi a criação de uma infraestrutura baseada em blockchain e machine learning para criar uma plataforma mais segura e mais eficiente. A economia gerada por essa eficiência era repassada diretamente aos clientes, em forma de taxas mais justas.
Cinco anos depois e chegando à marca de dois milhões de clientes, a InfinitePay novamente inova, agora com o uso de open finance e inteligência artificial, para mudar mais uma vez a dinâmica do mercado. “O open finance é uma maneira de trazer simetria de informações para as fintechs competirem de igual para igual com as empresas tradicionais. Agora, a escolha que fizemos a partir disso foi focar nossos esforços para atender o cliente digitalmente, com altos níveis de qualidade e menores custos, afinal de contas, as pessoas adoram comprar, mas odeiam que alguém venda algo para elas”, diz Costa. “Seguimos firmes pelo objetivo de democratizar os meios de pagamento no Brasil, com inovação, tecnologia e transparência, sem asterisco.”
Conheça o portfólio completo e seus benefícios.
Quero receber os alertas
Fatia de 50% foi avaliada em cerca de US$ 700 milhões
Conversas iniciadas no fim do ano passado tratam de ao menos US$ 3,5 bi do orçamento do Misa
Desistência de fundo de private equity seguiu-se a negociações turbulentas com consultores
Plataforma rastreia e filtra documentos de tribunais e comarcas para fundos, escritórios e birôs de crédito
Apetite pelo negócio vem de receita recorrente de fundos imobiliários
Plataforma capta R$ 5 milhões para atuar com serviços que apoiam quem perdeu parente com burocracia
Cotista de FIDC conseguiu decisão em segunda instância no TRF
Transação pela totalidade do ativo está em fase de acertos finais
Empresário, que amargou derrotas em disputas de saúde, entrou na fase inicial por Sabesp
Plataforma de assinatura de orgânicos captou R$ 9 milhões e vai investir em marca própria

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

InfinitePay derruba taxas para PMEs com uso de Inteligência Artificial e Open Finance – Pipeline