• Home
  • Notícias
  • Pages
  • EvolutionaryScale capta US$ 142 milhões para avançar IA na biotecnologia – Exame Notícias

EvolutionaryScale capta US$ 142 milhões para avançar IA na biotecnologia – Exame Notícias

Acesse o melhor conteúdo do seu dia, o único que você precisa.
ESG


Invest


Guias de ConteúdoGuias de Conteúdo


Eventos ExameEventos Exame


Canais EspeciaisCanais Especiais


Alexander Rives: fundador e CEO da EvolutionaryScale
Repórter
Publicado em 25 de junho de 2024 às 16h09.
Última atualização em 25 de junho de 2024 às 16h21.
A EvolutionaryScale, startup de inteligência artificial voltada para a biologia, anunciou nesta terça-feira, 25, a captação de US$ 142 milhões em financiamento. A rodada foi liderada por Nat Friedman, Daniel Gross e Lux Capital, com a participação da Amazon Web Services (AWS) e do braço de capital de risco da NVIDIA.
Comandada por Alexander Rives, a empresa tem como objetivo utilizar sua IA em diversas aplicações, desde a aceleração da descoberta de medicamentos até a engenharia de micróbios capazes de decompor plásticos no meio ambiente, conforme explicou Alex Rives, cientista-chefe da EvolutionaryScale.
A utilização de IA para desenvolver novos sistemas biológicos é atualmente um campo de grande interesse. Em maio, a OpenAI, apoiada pela Microsoft, anunciou uma parceria com a farmacêutica francesa Sanofi para impulsionar seus projetos de desenvolvimento de medicamentos utilizando IA.
Contudo, especialistas alertam sobre o potencial da IA generativa para criar armas biológicas, auxiliando no desenvolvimento de patógenos ou toxinas prejudiciais.
Os recursos captados pela EvolutionaryScale serão destinados ao treinamento da próxima geração de seus modelos de IA e à formação de uma equipe para parcerias com a indústria de biotecnologia, informou Rives. A empresa está lançando modelos denominados ESM3, sendo que o menor será disponibilizado como código aberto para pesquisa não comercial, enquanto a AWS e a NVIDIA comercializarão os modelos, incluindo o maior deles.
A EvolutionaryScale revelou que utilizou o ESM3 para desenvolver uma nova proteína fluorescente, que divergiu do caminho evolutivo das proteínas fluorescentes naturais, um processo que teria levado cerca de 500 milhões de anos na natureza.
1/7 (O MIT Computer Science and Artificial Intelligence Laboratory (CSAIL), em Cambridge, Massachusetts, desenvolveu o sistema de diagnóstico de câncer de mama baseado em IA, reduzindo erros em 15%.)
2/7 (O Google AI, com sede em Mountain View, Califórnia, criou o AlphaGo, o primeiro programa de IA a derrotar um campeão mundial de Go, revolucionando a pesquisa em aprendizado profundo.)
3/7 A sign in the reception area at the Google DeepMind headquarters in London, UK, on Tuesday, May 7, 2024. Google DeepMind has released a new version of AlphaFold which broke ground predicting notoriously tricky protein structures that puts the artificial intelligence software on a path to make breakthroughs in biology research and create a business that its chief executive says could be worth north of $100 billion. Photographer: Jose Sarmento Matos/Bloomberg via Getty Images (Localizado em Londres, Reino Unido, o DeepMind Lab é famoso pelo desenvolvimento do AlphaFold, um programa de IA que previu estruturas de proteínas com precisão sem precedentes, impactando a biologia molecular.)
4/7 (O IBM Watson Research Center, em Yorktown Heights, Nova York, desenvolveu a IA Watson, que venceu campeões humanos no programa de TV Jeopardy!, demonstrando avanços significativos em processamento de linguagem natural.)
5/7 (O Baidu Research Lab, em Pequim, China, é conhecido por seu sistema de reconhecimento de voz Deep Speech, que alcançou uma precisão de 97% na transcrição de áudio, superando as tecnologias anteriores.)
6/7 (O Berkeley Artificial Intelligence Research (BAIR) Lab, na Universidade da Califórnia, em Berkeley, criou algoritmos avançados de robótica, incluindo o Dex-Net, que melhorou a precisão da manipulação robótica em 99%.)
7/7 (O centro da Meta AI Research SuperCluster (RSC) tem um dos supercomputadores de IA mais rápidos da atualidade. Com ele, a empresa desenvolveu o sistema de tradução automática baseado em IA que suporta mais de 100 idiomas, melhorando a comunicação global em plataformas sociais da empresa.)
Quais desafios enfrentamos ao não criar um futuro orientado pelo uso de inteligência artificial?
Estudo inédito da equipe liderada por Demis Hassabis descobriu que descobriu que esse tipo de falsificação representou 27% dos casos de uso criminoso de IA, aumentando temores sobre como deepfakes podem influenciar eleições globalmente neste ano
Plataforma da TechWolf atrai gigantes como SAP e ServiceNow, focando em aprimorar identificação de habilidades internas nas empresas
As informações foram apresentadas na abertura da 1ª Exposição Mundial da Indústria de Inteligência de 2024 da China, realizada na manhã de 20 de junho, no Centro Nacional de Exposições, em Tianjin
01

exame no whatsapp
Receba as noticias da Exame no seu WhatsApp

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

EvolutionaryScale capta US$ 142 milhões para avançar IA na biotecnologia – Exame Notícias