• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Estreia, em Londres, de filme com roteiro gerado por Inteligência Artificial é cancelada após reação – Jornal O Sul

Estreia, em Londres, de filme com roteiro gerado por Inteligência Artificial é cancelada após reação – Jornal O Sul

Sábado, 22 de junho de 2024
Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE
Por Redação O Sul | 21 de junho de 2024
Compartilhe esta notícia:
O cinema Prince Charles, localizado no West End, em Londres, é conhecido por exibir filmes cult e produções mais voltadas para comunidade artística, assim, foi escolhido para ser o local de estreia do filme “O Último Roteirista”, dirigido por Peter Luisi e estrelado por Nicholas Pople. O evento, no entanto, foi cancelado após reação negativa do público ao saber que o roteiro foi gerado pelo ChatGPT 4.0, informa o jornal The Guardian.
O caso ganhou grande repercussão no Reino Unido e o cinema deu sua declaração sobre o caso. “O retorno recebido nas últimas 24 horas, após anunciado o filme, destacou a forte preocupação de muitos sobre o uso da I.A. no lugar de um escritor, o que diz sobre uma questão mais ampla no setor” disse em nota.
“O Último Roteirista” é uma produção suíça que apresenta a história de um roteirista bem-sucedido que vê o seu mundo ser abalado quando encontra um sistema de escrita de roteiros de I.A. Na trama, o profissional se depara com uma I.A. capaz de suprir suas habilidades e superar sua capacidade de empatia e compreensão das emoções humanas. O longa era aguardado pelo público, mas ao divulgarem que o roteiro foi desenvolvido pelo ChatGPT 4.0, a equipe começou a receber diversas reclamações.
“Acho que as pessoas não sabem o suficiente sobre o projeto. Tudo o que ouvem é ‘primeiro filme escrito inteiramente por I.A.’ e veem imediatamente o inimigo, e sua raiva se volta contra nós… se os roteiristas reservarem um tempo para assistir ao filme e ler sobre o processo e por que fizemos esse filme, não acredito que nos condenem… quero fazer isso como uma contribuição para a causa”, esabafou Luisi.
A utilização de I.A. na indústria do cinema está sendo debatida no mundo inteiro. Esta foi, inclusive, uma das principais demandas da greve dos roteiristas de Hollywood no ano passado. Na época, os profissionais queriam a proteção formal sobre a integração de ferramentas de I.A. no processo de redação, o que acabou com um acordo.
Nos Estados Unidos, ficou entendido que a I.A. pode ser utilizada na geração de rascunhos, mas o trabalho final sempre será creditado ao roteirista. Esta é uma tentativa de combater a clonagem de desempenho, que repercutiu após reclamação da atriz Scarlett Johansson sobre o uso de uma réplica da sua voz pelo ChatGPT.
Compartilhe esta notícia:
Voltar Todas de Variedades
Fale Conosco
© 2024 – Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Estreia, em Londres, de filme com roteiro gerado por Inteligência Artificial é cancelada após reação – Jornal O Sul