• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Como evitar que a Meta utilize suas publicações para treino de inteligência artificial – IT Forum – IT Forum

Como evitar que a Meta utilize suas publicações para treino de inteligência artificial – IT Forum – IT Forum

Materiais educativos e gratuitos
Inscreva-se na nossa Newsletter
Obtenha os mais recentes artigos e atualizações de tecnologia que você precisa saber, você ainda receberá recomendações especiais semanais.

A Meta começou a utilizar publicações abertas de usuários do Facebook e do Instagram para treinar modelos de inteligência artificial generativa. A estratégia começou a ser implementada neste domingo, dia 16, e foi informada através da política de privacidade da organização.
De acordo com a política da empresa, informações como publicações postadas nas redes da Meta; fotos e legendas publicadas; e comandos de texto enviados a uma IA da Meta podem ser coletados para treinamento de IA pela empresa. A companhia afirma não usar mensagens privadas.
Por conta da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), usuários brasileiros têm o direito de se opor a esse tratamento de dados. Com isso, postagens no seu perfil pessoal não poderão ter seus dados minerados pela Meta para esta finalidade.
Para fazer isso, os usuários devem acessar a “Central de Privacidade” da Meta, o que pode ser feito através desta página ou nos aplicativos do Instagram ou Facebook. Nesta página, é preciso buscar pela opção “Outras políticas e artigos” e, depois, clicar em “Como a Meta usa Informações para Recursos e Modelos de IA generativa“.
Dentro do artigo, os usuários terão a opção de acessar um link para preencher o formulário de “direito de se opor“. A Meta pedirá uma confirmação via e-mail. Na sequência, o usuário deverá receber um e-mail de confirmação do recebimento e análise do pedido.
De acordo com Lucas Maldonado Latini, advogado especialista em Direito Digital, é preciso cautela com dados pessoais frente ao avanço de ferramentas de inteligência artificial.
“Um primeiro cuidado é estar ciente sobre como os dados estão sendo usados. Ler os termos de serviço e avisos de privacidade de serviços online é a forma mais adequada para entender quais dados estão sendo coletados e como eles estão sendo usados. A partir disso, o usuário pode escolher sobre usar aquele serviço ou não”, explicou ao IT Forum.
Em relação ao uso de informações postadas em plataformas sociais, como os serviços da Meta, o advogado recomenda “práticas mais robustas de privacidade”, como manter perfis fechados e limitar a rede de contato e as informações pessoais compartilhadas em redes sociais.
“É sempre importante revisar as permissões solicitadas por aplicativos de terceiros conectados às redes sociais e remover aplicativos que não são mais usados. Essas ferramentas podem utilizar nossos dados pessoais, mesmo que não as estejamos utilizando com frequência”, alertou.
Leia também: WhatsApp: Meta anuncia novas funcionalidades de IA para empresas
É também importante lembrar que informações pessoais ainda podem ser processadas para uso de treinamento de IA através de postagens de terceiros em plataformas como as da Meta. Isso pode acontecer, por exemplo, caso uma pessoa apareça em uma imagem publicada por outra pessoa em suas redes.
De acordo com Maldonado, o direito de oposição também se aplica nesses casos. Mesmo que o internauta não tenha uma conta associada aos serviços e produtos da Meta, é possível questionar dados pessoais tratados pelo provedor da aplicação.
“Nessas hipóteses, a LGPD prevê que os titulares podem enviar requisições diretamente aos controladores. Caso não sejam atendidos, poderão peticionar diretamente à Autoridade Nacional de Proteção de Dados”, reforçou.
Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!
Rafael Romer é repórter do IT Forum. É bacharel em Comunicação Social – Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Tem mais de 12 anos de experiência na cobertura dos segmentos de TI, tecnologia e games, com passagens pelo Olhar Digital, Canaltech, Omelete Company, Trip Editora e IG.

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Como evitar que a Meta utilize suas publicações para treino de inteligência artificial – IT Forum – IT Forum