• Home
  • Notícias
  • Pages
  • Com demanda de inteligência artificial, Google acelera emissões – Investnews

Com demanda de inteligência artificial, Google acelera emissões – Investnews

Big tech aumentou em 48% suas emissões de gases de efeito estufa por conta do consumo de energia de data centers
As emissões do Google aumentaram quase 50% em cinco anos, em uma demonstração da forte demanda energética das operações de inteligência artificial sobre seus data centers. O crescimento se torna um desafio extra para a big tech cumprir a meta de zerar suas emissões de carbono até 2030.
O relatório anual de sustentabilidade do Google divulgado nesta terça-feira (2) afirma que suas emissões de gases de efeito estufa totalizaram 14,3 milhões de toneladas métricas de dióxido de carbono equivalente ao longo de 2023. Isso é 48% maior do que em 2019, disse a empresa, e 13% maior do que em 2022. 
“À medida que integramos ainda mais a IA em nossos produtos, a redução de emissões pode ser desafiadora devido às crescentes demandas de energia da maior intensidade da computação de IA e às emissões associadas aos aumentos esperados em nosso investimento em infraestrutura técnica”, escreveu o Google no relatório.
LEIA MAIS: Bigtechs já negociam energia nuclear para inteligência artificial
A IA é extremamente intensiva em energia elétrica e, à medida que a tecnologia cresce rapidamente, mais e mais data centers são necessários para executá-la. O aumento substancial na demanda por eletricidade é um detrator aos planos das empresas de tecnologia em avançar em práticas mais sustentáveis.
Em alguns países, incluindo Arábia Saudita, Irlanda e Malásia, a energia necessária para operar todos os data centers que planejam construir em capacidade máxima excede o suprimento disponível de energia renovável, de acordo com uma análise da Bloomberg dos últimos dados disponíveis.
O Google não é a primeira grande empresa de tecnologia a citar o rápido crescimento da IA ​​como um obstáculo para atingir metas ambientais. Em maio, a Microsoft disse que suas emissões de carbono subiram 30% desde 2020, à medida que a empresa investia cada vez mais em inteligência artificial.
Sasha Luccioni, líder climática na startup Hugging Face, disse que os dados mostram que as empresas de tecnologia não estavam prevendo o crescimento massivo da IA ​​quando definiram suas metas ambientais. As empresas foram surpreendidas tanto pela quantidade de energia necessária para executar a inteligência, disse Luccioni.

Veja também
Plataforma global de notícias sobre negócios, economia e mercado financeiro, com 2.700 jornalistas espalhados por 120 países.
Inteligência artificial leva aportes em startups ao nível mais alto em 2 anos nos EUA
IA está mudando o setor bancário, diz executivo do UBS
Reformulada, Gradiente lança empresa de energia solar com foco no consumidor final
Âmbar Energia, da J&F, avalia inscrever usinas termelétricas em leilão, diz CEO
Nubank vai às compras para criar uma ‘IA private banker’ para cada cliente
Amazon bate US$ 2 tri em valor de mercado com IA e apostas de corte de juros nos EUA
O melhor do InvestNews no seu e-mail.
Uma curadoria especial com o que você precisa saber antes de começar o dia.
*Ao clicar em “Inscreva-se” você estará concordando com a Política de privacidade.
O InvestNews é um veículo multiplataforma empenhado em oferecer jornalismo e informação útil para navegar nos mundos da economia, negócios, finanças, investimentos e tecnologia. Com foco em fornecer conteúdo de qualidade de maneira clara e breve, buscando tornar mais simples o entendimento de assuntos complexos e facilitar a vida da audiência.
AVISO: O portal www.investnews.com.br é de propriedade da Nu Brasil Serviços Ltda. (CNPJ: 46.676.214/0001-83), empresa pertencente ao Grupo Nubank. O Grupo Nubank exerce as seguintes atividades: instituição de pagamentos, corretora de valores, gestora de recursos de terceiros, plataforma de criptoativos, sociedade de crédito, financiamento e investimento, entre outras. Os conteúdos e opiniões veiculados são independentes e elaborados com informações públicas, não sofrendo influência de qualquer tipo das áreas técnicas ou comerciais do grupo, sendo produzidos conforme os juízos de valores e convicções da equipe jornalística do portal. Os conteúdos disponibilizados no IN são meramente jornalísticos e/ou informacionais e não devem ser interpretados como recomendações de investimentos, de compra ou venda de valores mobiliários ou análises exclusivas ao exercício de analistas de valores mobiliários. A Nu Brasil Serviços Ltda. não se responsabiliza por decisões de investimentos tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer perdas, danos e/ou prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dos materiais ou seu conteúdo.
 
© 2024 Investnews. Todos os direitos reservados.

source

Compartilhe:

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Sobre o autor

Picture of Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria - Redação Kriahtiva

Marcelo Faria, aos 27 anos, é a mente criativa por trás da produção de textos da Kriahtiva. Com uma paixão inigualável pelo universo online, seus textos são faróis de inspiração, navegando pelos mares do marketing digital com inovação e expertise. Em cada artigo, ele transforma conceitos complexos em leituras envolventes, guiando os leitores por uma jornada única de descobertas no vasto mundo do marketing.

Veja também

mais acessados

On Key

Related Posts

Com demanda de inteligência artificial, Google acelera emissões – Investnews