Quando você finalmente vê seu primeiro cliente em seu novo negócio, é quase como quando você encontrou sua primeira namorada. Você fica ligeiramente desajeitado, envergonhado e com aquela sensação de enxame de borboletas no estômago!

Tá pensando no seu primeiro amor, né? Então… pois é!

Da mesma forma, você anseia que seu primeiro cliente encontre seu negócio e entre (ou clique!) agora que você iniciou seu negócio. Talvez você tenha até começado a se preocupar sobre o porque de ninguém, ter entrado antes, da forma como você pensou.

Ou talvez você nem se atreva a entrar no seu sonho empreendedor, preocupadíssimo se os clientes simplesmente não aparecerem no número necessário.

Mas só fica realmente chato quando você começa a pesquisar sobre vendas e quanto tempo leva para que o Google e o mundo inteiro “descubram” que você chegou no mapa.

O marketing tradicional e as vendas exigem tempo e isso requer dinheiro.

Para os amantes opostos, é fácil comprar para os clientes no Facebook, no Google, no LinkedIn e em todos os outros lugares que atraem suas coroas de marketing.

Mas, na verdade, existem atalhos para o seu primeiro cliente, que podem não ser as formas tradicionais, mas que podem ajudá-lo a começar e sair das preocupações mais rapidamente.

Neste artigo, vamos mostrar como fazer isso com 5 dicas simples. Esperamos que você sinta aquele friozinho na barriga ao saber que seus primeiros clientes virão!

Já assistiu o filme “O campo dos sonhos”, com Kevin Costner? Então.. assista! A lição básica “SE CONSTRUIR, ELES VIRÃO!” se encaixa aqui!

Primeira dica: Seu antigo local de trabalho pode ser seu primeiro cliente

Talvez possa ser uma oportunidade para você começar e, em seguida, obter algumas tarefas de trabalho com antigos parceiros e colaboradores do seu emprego anterior. Quem sabe no futuro você possa trabalhar como freelancer para eles?

E antes de dizer que não pode ser feito, pare por um momento e pense com cuidado – por que não?

Nossa experiência é que muitos empreendedores só começam assim. Então, eles estão no processo e podem encontrar os próximos clientes em silêncio enquanto ganham o primeiro dinheiro com quem já te tem como referência.

Segunda dica: Dê uma olhada na sua rede de contatos

Outra opção é encontrar o seu primeiro cliente através do seu network.

Diga a sua família, amigos e conhecidos que você está pensando em começar um novo negócio. Lembre-se de dizer claramente sobre o que quer fazer, para que seus amigos e conhecidos possam ser embaixadores para você.

Participe de redes sociais relevantes onde você sabe que seus clientes ideais também participam.

Uma conhecida minha conseguiu seu primeiro cliente através de sua rede de contatos no Facebook. Ela escolheu participar de um grupo de estética e beleza. Lá ela conheceu uma pessoa que só precisava exatamente do serviço que ela oferecia.

Daí, marcaram inbox e, após a execução do serviço, a pessoa indicou minha amiga para todos no grupo e o negócio decolou.

Você também pode fazer isso.

No entanto, exige que você seja muito perspicaz sobre quem é seu cliente ideal e em quais grupos ele participa.

Terceira dica: Dê palestras e Workshops

Se você tem coragem de subir ao palco – essa dica é pra você!

Palestras e Workshops são uma mistura de ensino, entretenimento e vendas, e são um excelente canal para obter seu primeiro cliente. Faça uma palestra que lhe diga algo sobre o que você faz e o que você entrega no seu negócio.

É importante que a palestra dê valor aos seus clientes para que eles sintam que realmente conseguiram algo participar de sua palestra.

Portanto, não diga sobre tudo o que você faz, mas escolha um pequeno tópico em que você pode rapidamente obter alguns clientes.

Portanto, não diga sobre tudo o que você faz, mas escolha um pequeno tópico em que você pode rapidamente obter alguns clientes.

Quarta dica: Escritórios compartilhados (co-workings) abrem portas!

Em vez de começar o seu negócio em casa, na mesa da cozinha, considere se é um investimento melhor para abrir em um escritório compartilhado com outros empresários e empresas que precisam do que você oferece aos seus clientes.

Dessa forma, você facilita para que seus clientes recebam sua ajuda – você está quase ao lado deles e seus clientes podem obter sua ajuda rapidamente – e alavancar seus negócios.

Quando eu comecei, abri meu primeiro escritório em um co-working, em Belo Horizonte, que tinha unidades no país todo e facilitava quando eu precisava atender um cliente em São Paulo ou Porto Alegre.

Escritórios compartilhados são espaços de interação e networking

O espaço funciona como uma casa de desenvolvimento para empresas e empreendedores, e muitos deles só precisavam exatamente do que eu oferecia, ou seja, uma identidade gráfica e um website.

Isso significou que os clientes da Kriahtiva por vários anos foram, em grande parte, as empresas que viviam no coworking que eu tinha meu espaço de trabalho.

Isso também poderia ser uma oportunidade para você!

Hoje em dia esses ambientes se tornaram locais de start-ups e se espalharam por todo o país, vistos como um lugar onde você pode começar o negócio de forma barata.ma busca.

Quinta dica: Use clientes cobaias

Cliente cobaia é uma pessoa que tenta seus serviços a um preço reduzido ou de graça, para que você obtenha uma opinião e um feedback dela.

Você usa a opinião dela em seu marketing para que outros clientes em potencial possam ver o que os outros clientes pensam sobre seus serviços.

É uma prova social e absolutamente crucial em seu serviço, que mostra que você está apresentando um bom desempenho. Se outros acreditam em você, então as pessoas também acreditarão que você pode entregar o produto.

O feedback é essencial para tornar seu desempenho e experiência de serviço ainda mais nítidos.

Se você se sair bem, alguns de seus clientes cobaia ficarão tão empolgados com o seu desempenho que eles decidirão que precisam de mais do que você faz – e desta vez pelo pagamento integral.

Então… preparado para seus primeiros clientes? Tire da tela as ideias acima e vá para a ação!!